quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Sorte, a falta dela e....

...e onde anda o Belenenses desta noite que ombreou com um dos milionários do nosso campeonato? Um Belenenses assim não teria cedido empate perante o V.Setúbal, nem muito menos teria perdido perante o Leixões.
Vou tentar acreditar que este jogo foi a viragem e não apenas uma promoção dos jogadores para se pisgarem do Belém mal este caia na segunda.
Jogo emotivo que infelizmente não vi no estádio. Mas no meu trabalho (restaurante/bar) ví toda uma sala em suspense. Vi pessoas a baterem palmas aos golos do Belém e a festejarem as defesas do Bruno. Se eram belenenses ou não?! Não sei, não tinha cabeça para controlar isso, não conseguia desviar os olhos do monitor, embora quisesse, sob pena de ter um ataque cardíaco. Mas...a falta de sorte não terá levado a ideia a quem assistiu ao jogo que o Belenenses merecia a vitória, que fizemos pela vida, que, assim, não merecemos o nada honroso (humilhante para o Belém) último lugar no campeonato.
A palavra de apreço a quem apoiou esta Equipa na noite de hoje. Um "vão para a puta que os pariu" aos grevistas (viram o jogo como Evangelista?). Sempre se disse que "Não é do Belenenses quem quer, é quem pode", mas pelos vistos (o que não é novidade alguma) a merda já anda bem misturada.
Este já lá vai, que se guarde o fulgor (houve pernas para 120 minutos mais penaltis) e se leve de vencida a naval no próximo jogo. Os VERDADEIROS belenenses nunca farão greve e sempre marcarão presença!